top of page
Buscar
  • Foto do escritorbriskloggroup

Você precisa de parcerias estratégicas de importação de medicamentos para paciente direto?


Para quem faz algum tipo de tratamento de saúde e depende de medicamentos que não são produzidos no Brasil, a importação é a solução, facilitando a vida do paciente que poderá receber o seu medicamento em casa.

Apesar de o Governo ter flexibilizado as leis de importações de medicamentos, o processo ainda é bastante burocrático e o indicado é contar com uma empresa especializada nesse ramo e estabelecer uma parceria estratégica para a importação.

Nos últimos anos, a importação de medicamentos cresceu bastante e, segundo dados do ComexStat, em 2020 o Brasil já ocupava a nona posição na importação de produtos farmacêuticos e medicamentos.

A Anvisa regula os tipos de medicamentos que podem ser importados e é preciso ficar atento às normas. Saiba o que é preciso para realizar a importação de medicamentos para paciente direto!

Como realizar a importação de medicamentos?

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, pessoas físicas também podem solicitar a importação de medicamentos. Como os processos de importação costumam ser burocráticos, é importante contar com a assessoria de uma empresa que já atua no segmento e a Brisk pode te ajudar a fazer isso.

A primeira coisa a saber é que os componentes dos medicamentos para uso pessoal precisam fazer parte das listas oficiais das substâncias que estão sujeitas ao controle da Anvisa, desde que não haja medicamentos semelhantes disponíveis em nosso país.

A importação de medicamentos para paciente direto não exige, como nos casos de pessoas jurídicas (hospitais e clínicas, por exemplo), a apresentação de documentação prévia junto à Anvisa, sendo necessário somente que a receita médica seja apresentada à autoridade sanitária.

Nesta modalidade de importação – pessoa física – os trâmites de desembaraço aduaneiro e dos valores de tributação variam, sendo que desde a pandemia, o Governo tem reduzido as taxas de importação de medicamentos.

Alguns deles até estão isentos de impostos, mas é preciso cuidar para que jamais sejam comercializados ou repassados a outras pessoas. A importação deve ser para uso do paciente cujo nome está na receita.

Passo a passo da importação de medicamentos para paciente direto

De modo geral, o processo segue os seguintes passos:

  • Ter a prescrição médica (receita) com as orientações sobre a forma de uso, dosagem, período de tratamento, CID e CRM do médico;

  • Apresentar os documentos pessoais e comprovante de endereço;

  • Entrar em contato com a Brisk, que irá contatar os melhores distribuidores e laboratórios do mundo e iniciará o processo de importação.

Após a inspeção do produto pela Anvisa e a Receita Federal em território brasileiro, a Brisk garantirá o armazenamento adequado do medicamento, assim como o seu transporte, respeitando as exigências de temperatura.

Por que a Brisk é sua melhor opção na hora de importar medicamentos?

A Brisk atua no mercado internacional há mais de 20 anos e tem a melhor equipe de profissionais para garantir a importação de medicamentos dentro das especificações e exigências da lei.

Nossas parcerias com fornecedores internacionais idôneos garantem produtos de alta qualidade, com bons preços e rapidez de atendimento.

Conte com a nossa orientação especializada e fique tranquilo para fazer a importação do medicamento que você precisa!

Somos sua conexão global com a saúde: realizando importação de medicamentos para paciente direto!Entre em contato conosco!

29 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page